PL 78/2011 – Combate as drogas no ambiente escolar

575

As drogas são substâncias químicas, naturais ou sintéticas, que provocam alterações psíquicas e físicas a quem as consome e levam à dependência física e psicológica. Seu uso sistemático traz sérias conseqüências físicas, psicológicas e sociais, podendo levar à morte em casos extremos, em geral por problemas circulatórios ou respiratórios. É o que se chama overdose. Além das drogas tradicionais, os especialistas também incluem na lista o cigarro e o álcool.

O Vereador Souza Santos, criou o PL 78/2011 que visa “Instituir métodos educacionais para a prevenção e o combate as drogas no ambiente escolar, onde o uso está em crescimento.”

O Vereador ao criar essa lei demonstrou sua preocupação com a escola que tem sido um dos principais locais de socialização do adolescente, onde o mesmo desenvolve a capacidade de se relacionar, a percepção da experiência sensorial e das necessidades pessoais, a auto-estima, a confiança, as competências de comunicação e a identidade.

Os adolescentes estão entre os principais usuários de drogas. Calcula-se que 13% dos jovens brasileiros entre 16 e 18 anos consomem maconha e a maioria começou o uso no ambiente escolar. As famílias entram em crise quando seus jovens perdem a juventude sendo escravizados pelos vícios, e o futuro do nosso país também é comprometido.

Em 2001, cresce o uso de crack e drogas sintéticas, como o ecstasy. Os consumidores de cocaína são os que mais procuram tratamento para se livrar da dependência, o qual é feito por meio de psicoterapias que promovem a abstinência às drogas e do uso de antidepressivos em 60% dos casos. Atualmente, cerca de 5% dos brasileiros são dependentes químicos de alguma droga. O uso de drogas é crime previsto no Código Penal Brasileiro, e os infratores estão sujeitos a penas que variam de seis meses a dois anos.

Sobre Vereador Souza Santos