Últimos dias para fazer sua declaração do Imposto de Renda 2015. Acabe com suas dúvidas

A expectativa da Receita Federal é de que 27,5 milhões de contribuintes prestem contas ao Leão Termina na quinta-feira (30) da próxima semana o prazo para declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015. A expectativa da Receita Federal é de que 27,5 milhões de contribuintes prestem contas ao Leão até o final do prazo. Quem entregar a declaração no início do prazo têm prioridade para receber a restituição, caso não preencham a declaração com erros ou omissões. Um passo a passo com cada etapa da entrega está disponível na página da Receita. Basta o usuário clicar em cada ponto da figura para obter mais detalhes. A Receita Federal postou uma série de 11 vídeos no site Youtube para tirar dúvidas sobre o preenchimento e a entrega do Imposto de Renda. Porém, muita gente ainda tem dúvidas se precisa ou não declarar. E, se precisa, o que é necessário declarar? Resolva abaixo todas as suas dúvidas para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015: Quem precisa? Entre os obrigados a declarar estão os contribuintes que receberam, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados somente na fonte –, cuja soma seja superior a R$ 40 mil. Também deve declarar quem recebeu, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência de imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e futuros, auferiu ganhos e tem bens ou propriedade rurais de acordo com valores estabelecidos pela Receita. Como declarar? A declaração poderá ser preenchida em um computador, com a utilização do programa gerador, ou em dispositivos móveis, comotablets ou smartphones utilizando o aplicativo m-IRPF ou diretamente no site da Receita Federal. Quando recebo a restituição? O contribuinte que tiver direito à restituição do Imposto de Renda deve receber a quantia a partir de 15 de junho. A Receita Federal libera a restituição em lotes, de acordo com a ordem de entrega das declarações. O pagamento aos contribuintes que declararam sem divergências de dados deve acontecer até dezembro. Clique e consulte: Restituição. E se eu tiver imposto a pagar? O contribuinte que precisar pagar imposto na declaração de Imposto de Renda, a cota pode ser dividida em até oito parcelas mensais, sendo o valor mínimo de R$ 50 para cada. Caso o total seja menor do que R$ 100, o valor deve ser pago à vista. O que acontece se eu não declarar a tempo? A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$165,74. Fonte: pr.ricmais

Sobre Vereador Souza Santos